Conheça o que é mito e o que é verdade a respeito do chocolate

Será que engorda, dá espinha e faz mal à saúde? O Metrópoles selecionou perguntas que você certamente já se fez e esclarece o que realmente é verdade
Preto, branco, amargo, meio amargo, ao leite, crocante. Seja lá qual for a opção escolhida por você, certamente é muito saborosa. O chocolate é um dos grandes queridinhos quando o assunto é doce e com a proximidade da Páscoa o desejo parece realçar.

É tempo de escolher o chocolate preferido, presentear amigos e familiares com ovos e se esbaldar. Mas muitas pessoas se questionam sobre os benefícios e malefícios do produto feito à base de cacau. “Faz mal a saúde? ”, “Chocolate dá acne? ”, “Ajuda na TPM?”
Chocolate engorda.
Verdade. Os produtos encontrados principalmente nos supermercados e lojas, ou seja, no varejo, nas versões ‘não amargas’, além de cacau são feitos à base de muito leite, açúcar e gordura. Por conta disso contribuem no aumento de peso.
Chocolate branco faz mais mal à saúde que o preto.
Verdade. O branco quase não leva o cacau em sua composição. Sua matéria-prima é a manteiga do cacau, além de muita gordura e leite. Por isso, o consumo não é recomendado.
Chocolate acalma, diminuindo o estresse.
Meia verdade. O tipo que tem mais esse poder é o meio amargo, ou seja, aquele que leva mais de 70% de cacau em sua composição. Isso acontece porque o cacau libera o hormônio do bem-estar, a serotonina. Assim, os chocolates que possuem menos cacau não tem a mesma capacidade de liberar esse hormônio.
Um chocolate por dia (um quadrado de uma barra ou um bombom) ajudam a saúde.
Meia verdade. Apenas o meio amargo possui os componentes antioxidantes que ajudam na saúde. Já os chocolates mais ‘usuais’ fazem mal, já que abusam na quantidade de gorduras.
Chocolate amargo ajuda a emagrecer.
Mito. Não existe um alimento que ajuda a emagrecer.
Comer chocolate após o almoço diminui a absorção de ferro.
Verdade. O leite compete com o ferro na hora da absorção.
O chocolate é nutricionalmente pobre.
Verdade. As marcas mais usuais, não amargas, fornece energia, mas não nutre de forma adequada, principalmente pela enorme quantidade de açúcar e gorduras.
Chocolate faz bem ao coração.
Meia verdade. O amargo sim, pois o cacau ajuda na preservação do coração.
Chocolate após o almoço engorda menos.
Mito. Não existe essa relação.
Chocolate prejudica quem tem sinusite ou rinite.
Meia verdade. O amargo não prejudica quem possui essas doenças, mas o usual sim. Isso ocorre porque o leite está relacionado aos processos inflamatórios do organismo.
Chocolate durante a cólica faz mal.
Mito. Não existe essa relação.
Chocolate provoca acne.
Meia verdade. Os produtos não amargos colaboram no aparecimento de espinhas pelo corpo, e sobretudo no rosto, por causa da quantidade de gorduras que possuem.
Chocolate com maior quantidade de cacau é realmente melhor para saúde.
Verdade. Nesses há menos gordura e mais cacau. O cacau é rico em antioxidantes e ajuda na liberação do hormônio serotonina.
Chocolate acelera o envelhecimento.
Meia verdade. As marcas usuais são ricos em açúcares e gordura e podem influenciar no aparecimento de doenças precoces.

Veja Também

Revista Vida e Negócio Novembro – Edição Top Golden Business 2021

R

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.