Piscina

Lazer com vista privilegiada

Queridinha em projetos verticais, as piscinas no rooftop provam que vieram para ficar

Por Priscila Carvalho

Piscinas no rooftop são sinônimo de elegância e sofisticação em qualquer projeto. O terraço se tornou uma ótima opção para espantar o calor e ainda receber, de presente, uma das melhores vistas da cidade. Tendência e um diferencial recente de grandes projetos de arquitetura em Rio Preto, as piscinas localizadas no alto dos empreendimentos oferecem a opção de aproveitar os momentos de lazer em família com conforto, segurança e, acima de tudo, privacidade.

De acordo com o arquiteto, Daniel Ribeiro, o crescente desenvolvimento de centros urbanos e consequentemente a especulação e valorização das áreas, tendem a deixar os terrenos cada vez menores, exigindo dos profissionais soluções as quais gerem um produto final que atenda as demandas de mercado.

“Visando características de ‘clube’, com completas áreas de lazer, o aproveitamento do rooftop veio como uma solução inteligente, além de estética, agregando muito valor aos empreendimentos imobiliários. O ponto principal desse tipo de diretriz de projeto, é a otimização de espaço, além de liberar espaço na parte térrea. Optar por este modelo, alia outras vantagens aos moradores, como vistas panorâmicas, privacidade e conforto”, explica o arquiteto.

As piscinas no rooftop são versáteis e podem integrar tanto projetos residenciais como comerciais, além de várias áreas comuns que podem ser agregadas, como espaços gourmet, que funcionam muito bem junto às áreas externas, academia, brinquedotecas, lounge, entre outros. “Tudo vai depender do perfil do empreendimento e da disponibilidade de áreas, além de soluções técnicas viáveis e exequíveis”, pontua Daniel.

Para edifícios comerciais, como flats e hotéis, essa opção pode ser ainda mais interessante, uma vez que com maior espaço livre nos pavimentos, é possível implantação de mais unidade, gerando mais renda e viabilidade econômica para os investidores.

“Além de piscinas e espaços de lazer, podemos apontar que, em empreendimentos comerciais como torres corporativas e até mesmo centros de compra, a exploração dos pavimentos superiores se torna muito interessante, inclusive para implantação de restaurantes, bares e lojas, que se tornam muito mais interessantes com vistas privilegiadas”, afirma o arquiteto.

No Square Faria Lima, primeiro flat lounge de Rio Preto com lançamento previsto para o primeiro semestre de 2021, toda a área de lazer do empreendimento fica no terraço (rooftop), sendo o conjunto piscina aquecida e hidro o grande destaque da área de lazer. Localizado no início da Avenidade Brigadeiro Faria Lima, o alto do Square oferece uma das mais belas vistas para a cidade em qualquer horário do dia.

“Morar bem virou sinônimo de bem-estar, conforto e funcionalidade, por isso, as piscinas são um plus no momento da escolha de adquirir um imóvel, seja para morar ou investir para alugar. Trata-se de um espaço de lazer e de convivência, essencial para o lazer de quem vive uma rotina agitada nos centros urbanos”, justifica um dos sócios do empreendimento, Ronald Remondy Jr.

Outro ponto a favor é a valorização do imóvel. “O espaço que se ganha é muito importante. É neste contexto de facilitar e proporcionar mais sentimento de prazer e satisfação às pessoas que empreendimentos como o Square são pensados, com infraestruturas de lazer que fogem do que é convencional no mercado”, destaca Ronald.

Além de poder usufruir de uma vista com deslumbrante pôr do sol, outra vantagem das piscinas instaladas no alto é a chance de ter luz solar direta, sem barreiras físicas, algo difícil de oferecer em centros urbanos. “Como as cidades dispõem de cada vez menos espaço para se construir, e ainda mais em áreas centrais, como a do Square, as áreas de lazer com piscinas no alto otimizam o espaço. Fora toda a beleza, é claro”, completa o empresário.

Daniel Ribeiro
Arquiteto

 

Veja Também

Política do aluguel social deve ser lançada no segundo semestre

Previsão é do secretário Nacional de Habitação, Alfredo dos Santos No Brasil, o déficit habitacional …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *